sábado, 25 de abril de 2009

Série: Reclames do Machado

Às vezes me decepciono com as pessoas... Seu julgamento é parcial e preconceituoso, sua percepção frágil e míope, suas reações arrogantes e deselegantes.
Mas eu continuo firme me decepcionando, porque isso faz parte, porque podem pensar o mesmo de mim.
Dane-se a minha consciência, dane-se se eu acredito em Deus, dane-se onde será o meu fim. Eu sou o que sou, nada mais, nada menos. Sou Yin e Yang, sou bom e mau, sou ingenuidade e malícia, sou tudo e nada.
Sim, continuo firme me decepcionando, porque vivo na fé e no amor, e isso me basta.
Dane-se a minha estupidez, dane-se se não gostam de mim, dane-se onde estarei enfim.
Eu não sou o que não sou, sem mais, sem menos. Não sou herói nem covarde, não sou príncipe nem sapo, não sou graça nem ameaça, não sou tudo nem nada.
Enfim, continuo firme me decepcionando, porque só eu sei de mim, ninguém sabe o fim, a vida é assim !

E se o(a) decepcionei, perdoe-me ! Só quero o bem, de ti e de mim !


Saudações fraternais,

Fabio Machado.

Um comentário:

Raquel Medeiros disse...

Fábio,
Nem tudo é só bom ou só ruím (é bem verdade que às vezes esqueço disso...)
E essa dualidade se aplica a tudo - e a todos.
Beijos