sábado, 25 de julho de 2009

Dos riscos e probabilidades no amor

A probabilidade é a tentativa inocente de quantificar os riscos, mas números não são capazes de representar a infinitude do Amor. Entregar-se ao universo é permitir que Deus faça as contas e abra as janelas da alma, deixando sua luz clarear o caminho que nos leva até Ele.
Enfrento as possibilidades de olhos fechados e coração exposto, aguardando que meu canal se abra.


Saudações fraternais,

Fabio Machado.


Não controlo a vida e nem quero. Confio no arquiteto.
O que parece dúvida é apenas prisão. Faço-me livre, então.
E espero meu grande amor, em união com o criador.

7 comentários:

Luciana disse...

A probabilidade de amar só existe para quem ousa tentar.

A chuva cai lá fora e se usar capa não se molhará, mas também não sentirá as gotas molhadas sobre sua face que lavem, limpam e irrigam a natureza.

Assim como depois desta noite o amanhecer chegará, você encontrará o que procura quando desistir de tentar, confie mais no criador.

Fabio Machado disse...

Olá, Luciana. Lindas palavras !

Concordo com as suas colocações, só acho que talvez você não tenha lido meus posts antigos, entre eles a resenha sobre o amor < http://minhavidaemversoeprosa.blogspot.com/2009/01/resenha-sobre-o-amor.html > .

Saudações fraternais,
Fabio.

Luciana disse...

Fábio,

Gostei do seu texto sobre o amor e o simples fato de existirmos, é prova da existência do amor.

Sou muito teórica e uma das minhas teorias é de que há diversos tipos de amor e formas de amar, a arte é expressão de amor e sentimentos.

Por isso, o som , as formas, cores, imagens, paisagens, cheiros e sabores provocam sensações diferentes em cada um de nós, porque a percepção varia de pessoa para pessoa, varia conforme o momento e a sensibilidade, memmória, estória de vida, cultura, vivência.

Quando puder assista filmes antigos do Frank Capra ou um mais recente chamado Simplesmente amor.

Love is not a game!

Amar é doação! Na Bíblia há um trecho que fala sobre a doação " o que a mão direita faz a esquerda não precisa saber".

Dê o amor que tiver e que puder, porque o amor que recebeu, recebe e receberá é ilimitado.

Ontém dei um grande abraço, que bom, poder abraçar alguém com todo carinho que tem. Não sei qual a mágica, mas estou com tanta energia que pouco dormi, acordei feliz, hoje ganhei dele um beijo no rosto cheio de alegria em me ver, simples assim, bom, inexplicável, perceptível e maravilhoso.

Já tivemos nosso encontro antes, esplêndido, a razão e o medo nos separou.

Será amor? Que tipo? Será minha alma gêmea?

Não sei! Dúvidas vem e vão, mas quero apenas sentir e deixar fluir essa sensação boa.

Não me limito e não avanço, tempo e espaço, o encontro acontece uma, duas, no tempo certo a pessoa certa ou a pessoa errada na hora certa, aprenda, siga adiante, se quiser chorar, chore, ou se aprimore.

Ainda que tentemos entender o universo com a curiosidade de questionar tudo e todos. Nossa compreensão não alcança tudo que nos cerca, nossos sentidos precisariam estar mais apurados.

Obrigada por ter partilhado a sua luz.

Maktub!

Fabio Machado disse...

Estou falando com a Luciana Leite ? Pergunto porque é a única Luciana teórica que eu conheço...rs

Como eu disse no meu post sobre o amor, eu não acho que existam vários tipos de amor, apenas percebêmo-lo de maneiras diferentes, como você disse.

Eu já assisti vários trechos do "Simplesmnte amor", mas ACHO que nunca por inteiro. Os filmes do Capra eu não sei se assisti, só vendo um pedaço pra lembrar.

Suas metáforas sobre o amor são leves e intensas, como devem ser !


Maktub! ;-)

Anônimo disse...

Sou a amiga da Raquel Oliveira que gosta de músicas da época dos seus pais. rsrs

Ontem cantamos músicas mais novas como MORE THAN WORDS.

Sds, :)

Fabio Machado disse...

Ué, não entendi a referência... Eu gosto MUITO das músicas da época dos meus pais, Carpenters, Bee Gees, Beatles, Luther Vandross, The Commodors, Genesis e MPB em geral ! rs

More than Words ?!?! Bacana ! Eu canto essa música também de vez em quando. Aliás, em breve voltarei a cantar...


Saudações fraternais,
Fabio.

Anônimo disse...

Fábio,

Estava brincando contigo!!

Vc comentou que gosta de músicas antigas.

Pq qdo fomos cantar da outra vez o repertório, comentei diversas músicas que adoro do Frank Sinatra, ABBA, BEE GEES.

Don´t worry!! Be happy!!

I feel good!!!So GOOD!

Obs: Envie seu e-mail pq daqui da empresa não consigo ver seu e-mail.

Luciana