sábado, 8 de agosto de 2009

Lei Seca versus KiFoDAs

Ontem foi uma sexta-feira inesquecível. Estava conformado com o fato de passar o final de semana inteiro fazendo um trabalho de pesquisa, quando ainda no escritório recebo o convite:
- Menina Louca (ML): Vamos num rodízio de comida árabe lá no Downtown ?
- Dri: Estou com preguiça, mas se o Fabio for, eu vou (piada interna: viram como eu sou bonzinho ? rs)

Eu pensei: Ah ! São meus melhores amigos, estou com saudades e eu mereço uma folga só hoje...
- Fabio: Vou chegar lá mais tarde, mas vou !

Nessas horas o universo ainda conspira a favor. Entro no condomínio onde moro e encontro com Ale (irmão da Dri), um pseudo-cearense irmão de fé, de sangue, de truco... chegando de Macaé. Pra resumir, eu o convido, ele convida a noiva e a essa altura já somos seis pessoas confirmadas.
Encontramos com ML e Anderson (irmão do Ale e da Dri) lá no Downtown. Esses irmãos se sacaneiam há trinta anos, mas ainda saem juntos !

Enfim, depois de quase trocar o rodízio árabe por um rodízio de chopp artesanal, apreciamos um excelente atendimento de nível paulista. A comida é gostosa, mas fiquei impressionado mesmo quando o garçom trouxe uma versão vegetariana personalizada, depois de ouvir de soslaio que eu não comia carne vermelha.

Após comer, cantar, planejar despedida de solteiro, rir demais e provar o tal chopp artesanal do outro bar, fomos embora.
Eu estava de carro e tinha bebido uma cerveja escura e um chopp claro no restaurante árabe, e depois da orgia gastronômica, bebi o chopp escuro artesanal. Sensação alcoólica = zero ! Na verdade meu organismo queria era mais líquido pra diluir tanta glicose !

Mas pra um encontro com esses amigos estava tudo muito calmo. Tinha que ter uma emoção mais forte e ela veio através de uma blitz da Lei Seca, com direito a balão inflável e tudo !
Quando nossos midiclorians perceberam a presença da força-policial estávamos ainda antes de um túnel e tomamos uma decisão rápida: quem bebeu menos dirige !
O problema é que essa pessoa era a Dri, que tem carteira de motorista, mas não dirige. A solução, bem... não houve uma solução, porque quando ela viu eu já estava abrindo a porta dela, falando pra ela pular pro banco do motorista. Coitada, no reflexo, ela foi. (risos)
A moça tremia igual corda de violão, mas com o apoio geral ela foi indo... O resultado não podia ser outro - FOMOS PARADOS !

O policial foi super educado (devia ser o primeiro dia dele na corporação ou o primeiro filho tinha nascido recentemente). Todos os nossos documentos estavam OK, então ele "confiscou" a carteira da Dri e entregou-a na TDB (tenda do bafômetro). Claro que eu e Ale fomos junto...
Então, caminhando em direção à TDB, quem nós encontramos ? ML e Anderson, que estavam em outro carro e também tinham sido parados ! (risos)

Nós nos divertimos ! Aquele bando de adolescentes (alguns alcoolizados) nos seus vinte anos, preocupados e ligando pros pais; e nós - 99,9% tranquilos. Sei lá, vai que as máquinas são chinesas ?!?
Conclusão: depois de duas baforadas insuficientes, na terceira tentativa a Dri passou no teste. ML também venceu. Não resisti, tive que tirar algumas fotos...

As autoridades podem até ter desconfiado do nosso estratagema, mas nós estávamos dentro da lei. Placar final: KiFoDAs 1 x 0 Lei Seca !

Chopp artesanal com os amigos: R$4,20
Rodízio árabe com os mesmos amigos: R$41
Ser salvo do bafômetro por eles: NÃO TEM PREÇO !
Amizade dessa galera: NÃO TEM PRAZO !


Saudações fraternais,

Fabio Machado.

7 comentários:

Raquel Oliveira disse...

Que bom que foram rápidos, eu em SSA não tive a mesma sorte....rs.

Agora ela sabe dirigir muito bem, pq depois do susto..kkk
bjos

himelfarb disse...

dessa vez até eu tive que postar!!!
acho que a dria agora já sabe dirigir rsrsrs
pelo que eu saiba ela nem morreu com o carro ne?!!!! rsrsrsrs
que viva as mulheres KIFODAS!!!

KK disse...

Hahaha... fico imaginando a Adriane com o carro em direção ao policial no equema arranca-e-para !
Sorte que ela não foi reprovada no bafômetro ! rsrsrs
Abraço,
KK

Raquel Med Andrade disse...

Fábio,
Vocês tiveram mais sorte...rsrsrs.
Ainda vou ler aquele material que me recomendou para repercutir o bafafá causado pelo "Goró caro": )
Beijos

Ju Kühne disse...

HAHAHAHA! Imagino as cenas!!! Rs... mto bom!

Beijinhos

Alexandre disse...

Fabio,
vc se esqueceu que ainda tomou uma cerveja no árabe e a Adriane na saída do bafômetro, foi duas vezes para a frente e saiu de faróis apagados...

Y.M. disse...

Ainda bem né querido sobrinho.....saiu de boa..
beijocas da titia.